Eu participo no Facebook
http://www.euparticipo.org/portugal/economia/Amenizar-as-dificuldades-economicas-247
Ciberjohn

economia

Amenizar as dificuldades económicas - 24/7

Em resposta às presentes dificuldades económicas, onde gostava de destacar o desemprego, vinha propor um modelo " 24/7" para alguns negocios
31 Agosto 2009
A minha proposta é simples:
Dotar alguns serviços de horários 24/7. Sim, algo que teria de ser bem avaliado por questões até ambientais, ou seja, não poderiamos colocar tudo a funcionar 7 dias por semana 24 horas por dia. Seria desastroso a esse nível (e até financeiro).

No entanto, existem inumeros serviços que necessitamos que, no meu ver, poderiam funcionar 24/7 o que diminuiria o desemprego e aumentaria a produtividade de algumas empresas/entidades.
Quantas vezes deixaram de   continuar a ler a proposta continuar a ler a proposta
A minha proposta é simples:
Dotar alguns serviços de horários 24/7. Sim, algo que teria de ser bem avaliado por questões até ambientais, ou seja, não poderiamos colocar tudo a funcionar 7 dias por semana 24 horas por dia. Seria desastroso a esse nível (e até financeiro).

No entanto, existem inumeros serviços que necessitamos que, no meu ver, poderiam funcionar 24/7 o que diminuiria o desemprego e aumentaria a produtividade de algumas empresas/entidades.
Quantas vezes deixaram de entregar um documento porque o balcão do serviço onde queriam ir está fechado ou deixaram de depositar um simples cheque porque o banco encerrou às 15.30 ? Quantas pessoas mais iriam ter emprego se esse serviço funcionasse 24/7 ? Compreendo que alguns entendam que não haveria utentes para o efeito, mas se pensarem bem a maior parte das pessoas hoje sai dos empregos às 18 ou 19 ? Ou que há comerciantes a abrir antes das 8.30 e a feharem após as 21 ou 22 ?

Sim, nestes casos seria necessário a deslocação fisica de recursos humanos, e os consequentes transportes e a respectiva poluição, gasto energético etc. Como tal, basta procurar-mos o que poderia estar aberto e ser passivel de remotizar o trabalho ( teletrabalho):

Empresas de TI's:
Com assistencia remota, 24/7 tecnicos de informática poderiam assegurar a assistência TIC basica (o que fazem em horarios normal). O que já permitiria os clientes finais que trabalham até tarde usufruir de assistencia paga, contemplando a deslocação quando necessário. Isto permitiria a clientes como hoteis, gabinetes de arquitectura etc usufruirem da assistencia basica ( extra prevenção ) durente o periodo efectivo em que trabalham, e claro, a entidade prestadora de serviços teria de contractar mais efectivos.

Call Centers "formato indiano" ( perdoem-me a falta de termo ), por exemplo da assistência comercial das empresas. Colocar as pessoas em casa a atender os telefonemas para encaminhar no dia seguinte. Fazer uma triagem dos assuntos e até dar respostas algumas vezes. Quantas vezes quiseram saber o preço de um frigorifico às 4 da madrugada ? E a informação no site não chega ?

Descentralizar os helpdesks que já funcionam 24/7 para casa dos colaboradores. Permitiria ter mais colaboradores com menos custos ( para os períodos de aperto ), e permitiria abrir os helpdesks (empresas de internet, supermercados etc ) 24h Dia.

Infantários e ATL's (não todos claro, mediante apuramento das necessidades locais), para aquelas pessoas que - tal como eu - sentem sempre dificuldade com os horários cada vez mais desadequados para as reais necessidades do nosso dia a dia.

Aliás, havendo mais serviços 24/7, os serviços para servir as pessoas que trabalham nesses serviços teriam de começar a dar resposta/ existir de igual forma.

Ok, está um pouco mal explicado, mas a ideia geral aqui fica!
  • concordam

  • concordam 2

  • discordam

  • discordam 6

apoiantes da proposta

  • Carlos A. Maia Carvalho
  • Valter Grego

comentários comentários

Quando um serviço passa de turno único a 24 horas exige a existência de 5 turnos (40 horas/semana, férias, fins de semana, trabalho nocturno, etc). Quem paga? Os seus impostos? Se for para funcionar a meio gáz metade dos serviços perde utilidade, alêm de que cada vez continuar a ler o comentário
Quando um serviço passa de turno único a 24 horas exige a existência de 5 turnos (40 horas/semana, férias, fins de semana, trabalho nocturno, etc). Quem paga? Os seus impostos? Se for para funcionar a meio gáz metade dos serviços perde utilidade, alêm de que cada vez mais os serviços não serão realizados de forma presencial mas à distância. Essa sim talvez seja a solução.

Miguel Pereira 23 Maio 17h30

  • comentário interessante
    comentário desconstrutivo
    comentário inapropriado
    apagar comentário
Esta é efectivamente a filosofia para colocar o País a trabalhar; podemos ocupar as pessoas do rendimento mínimo do subsídio de desemprego e outros que não trabalham por não terem vagas nas suas áreas e aí viria à tona quem efectivamente não quer trabalhar.

Carlos A. Maia Carvalho 11 Setembro 11h25

  • comentário interessante
    comentário desconstrutivo
    comentário inapropriado
    apagar comentário
A questão do 24/7 implicaria o trabalho por turnos, turnos esses provavelmente rotativos (por questões de "justiça") - não me parece que a srª Maria ou Sr. Manel, da Repartição de Finanças do Bairro 123 estivesse disposta a largar o seu horário das continuar a ler o comentário
A questão do 24/7 implicaria o trabalho por turnos, turnos esses provavelmente rotativos (por questões de "justiça") - não me parece que a srª Maria ou Sr. Manel, da Repartição de Finanças do Bairro 123 estivesse disposta a largar o seu horário das 9 às 17 e trabalhar por turnos. Eu não estaria.

Miguel Medeiros 02 Setembro 11h25

  • comentário interessante
    comentário desconstrutivo
    comentário inapropriado
    apagar comentário
12h não iria servir para ambos os extremos: muito cedo, e muito tarde.
18h não faria mais sentido ?

Valter Grego 31 Agosto 15h17

  • comentário interessante
    comentário desconstrutivo
    comentário inapropriado
    apagar comentário
Que tal para metade 12h? Ou um aumento progressivo...
A minha proposta de redução do horário de trabalho poderia enquadrar-se neste aumento do horário de funcionamento das empresas e serviçoes.

Paulo Ribeiro 31 Agosto 15h13

  • comentário interessante
    comentário desconstrutivo
    comentário inapropriado
    apagar comentário
Concordo com o aumento do horário de funcionamento, mas 24/7 parece-me excessivo. Mas concordo que os horários hoje praticados estão completamente desajustados com a nossa realidade.

Jonas 31 Agosto 15h11

  • comentário interessante
    comentário desconstrutivo
    comentário inapropriado
    apagar comentário
Da minha (talvez não muito) limitada experiência com empresas de TI, os técnicos 24/7 já estão no activo há muitos anos :-) Alargar horários de muitas coisas que funcionam actualmente em horário limitado parece-me boa ideia, mas passar a 24/7 parece-me um pouco... continuar a ler o comentário
Da minha (talvez não muito) limitada experiência com empresas de TI, os técnicos 24/7 já estão no activo há muitos anos :-)
Alargar horários de muitas coisas que funcionam actualmente em horário limitado parece-me boa ideia, mas passar a 24/7 parece-me um pouco... puxado. Não concordo nem discordo.

Hugo Silva 31 Agosto 14h58

  • comentário interessante
    comentário desconstrutivo
    comentário inapropriado
    apagar comentário
A grande dúvida é realmente perceber se a sociedade estaria preparada para essa mudança, depois de tantos anos de hábito a não utilizar esses serviços fora de horas, hábito que vem desde os tempos em que não havia electricidade, provavelmente. A proposta pode continuar a ler o comentário
A grande dúvida é realmente perceber se a sociedade estaria preparada para essa mudança, depois de tantos anos de hábito a não utilizar esses serviços fora de horas, hábito que vem desde os tempos em que não havia electricidade, provavelmente.
A proposta pode realmente fazer sentido, até porque existem muitos empregos fora de horas (seguranças, polícias, estabelecimentos de diversão nocturna, ...) que poderiam usufruir de um horário mais alargado.
Ginásios e bibliotecas são outro serviços que poderiam fazer sentido estarem abertos durante mais tempo.
Daí até às 24/7... :)

Paulo Ribeiro 31 Agosto 14h51

  • comentário interessante
    comentário desconstrutivo
    comentário inapropriado
    apagar comentário

video euparticipo

youtube