Eu participo no Facebook
http://www.euparticipo.org/portugal/economia/Seguranca-Social-das-empresas
Jorge Oliveira

economia

Segurança Social das empresas

por percentagem da facturação mensal em vez da taxa fixa.
21 Setembro 2009
Vantagens:

. Seja qual for a estrutura de colaboradores, o valor a pagar é indexado ao trabalho realmente produzido;
. Sejam contratados ou a recibos verdes, a empresa contribui sempre;
. Havendo esta forma de contribuição, a maior vantagem dos recibos verdes é eliminada;
. Torna a ideia de contrato mais amigável.

Desvantagens:
. Pode potenciar a fuga ao fisco, mas isso resolve-se com melhor fiscalização e a alteração à cobrança do IVA só após boa   continuar a ler a proposta continuar a ler a proposta
Vantagens:

. Seja qual for a estrutura de colaboradores, o valor a pagar é indexado ao trabalho realmente produzido;
. Sejam contratados ou a recibos verdes, a empresa contribui sempre;
. Havendo esta forma de contribuição, a maior vantagem dos recibos verdes é eliminada;
. Torna a ideia de contrato mais amigável.

Desvantagens:
. Pode potenciar a fuga ao fisco, mas isso resolve-se com melhor fiscalização e a alteração à cobrança do IVA só após boa cobrança.
  • concordam

  • concordam 2

  • discordam

  • discordam 3

apoiantes da proposta

  • Tiago Almeida
  • Ricardo Nascimento

comentários comentários

Concordo com o pagamento por percentagem dos lucros.

Mas tire lá a carta branca aos falsos recibos verdes sff ;)

Tiago Almeida 17 Outubro 0h10

  • comentário interessante
    comentário desconstrutivo
    comentário inapropriado
    apagar comentário
A situação dos recibos verdes é pertinente, mas é um problema que deveria ser resolvido com legislação própria. Acho que qualquer medida de compensação que tenha por base a eficiência duma qualquer empresa provoca estagnação. Para que existam continuar a ler o comentário
A situação dos recibos verdes é pertinente, mas é um problema que deveria ser resolvido com legislação própria.

Acho que qualquer medida de compensação que tenha por base a eficiência duma qualquer empresa provoca estagnação.

Para que existam compensações justas ( e até apoios) deveriam existir medidas ao nível das "start-ups" e quando a empresa entra em níveis de eficiência muito baixos.

Peter Martins 27 Setembro 21h13

  • comentário interessante
    comentário desconstrutivo
    comentário inapropriado
    apagar comentário
A Segurança Social devia ser repensada no global, pois já se identificou que existe um problema grave no sistema actual e ninguém quer fazer nada.

Miguel Medeiros 23 Setembro 9h41

  • comentário interessante
    comentário desconstrutivo
    comentário inapropriado
    apagar comentário
A primeira vista, a proposta teria de ser um pouco mais trabalhada porque a facturação não reflecte o valor acrescentado gerado. Uma empresa com pouco valor acrescentado teria uma contribuição para a segurança social acima das suas posses e poderia acabar na falência continuar a ler o comentário
A primeira vista, a proposta teria de ser um pouco mais trabalhada porque a facturação não reflecte o valor acrescentado gerado.
Uma empresa com pouco valor acrescentado teria uma contribuição para a segurança social acima das suas posses e poderia acabar na falência ou deslocalizar a sua actividade.
Prefiro uma contribuição baseada no valor acrescentado gerado, parece-me mais justo.

J.Pereira 21 Setembro 20h58

  • comentário interessante
    comentário desconstrutivo
    comentário inapropriado
    apagar comentário

video euparticipo

youtube

Software Livre

"Rejeição das patentes de software, promoção do software livre e formatos livres"